segunda-feira, 22 de março de 2010

O que você tem colocado na vida ultimamente?



Certa vez, um mendigo estava andando com um prato de arroz na mão, quando
parou ao seu lado o rei daquele lugar.
O Rei pediu para o mendigo um pouco do seu arroz.

O mendigo então olhou para o rei e pensou:
- Ele pode ter de tudo o que quiser.
E foi bem mesquinho. Pegou um único grão de arroz e deu ao Rei.
O Rei, então, fechou o grão dentro da mão do mendigo tocou seu cavalo e
foi embora.
Quando o mendigo abriu a mão, levou um susto. O grão de arroz havia se
transformado em uma pepita de ouro.

Neste momento, o mendigo olhou para o prato de arroz e saiu correndo atrás do Rei, dizendo:
- Por favor, Majestade, pare. Eu mudei de idéia, tome mais do meu arroz.
Então o rei disse:
- Não. Você já recebeu tudo aquilo que colocou na vida, de bom grado e de bom coração. O que se recebe da vida é aquilo que nela se coloca primeiro,
nem mais nem menos. É lei.



O que você tem colocado na vida ultimamente?

segunda-feira, 8 de março de 2010

Experiências e desafios



Olá, pessoas!

Ufa... estive muito tempo ausente. Agora acho que vai ficar difícil eu vir aqui com a habitual frequência, mas eu não desisto! hehehe.

Sim, está tudo muito corrido... as aulas começaram... agora eu durmo à 1:00 e acordo às 5:00. Nesta cidade maluca tudo é longe. Enquanto eu não posso me mudar para mais perto do trabalho ou da universidade, tenho que aguentar a correria, né? Tenho um objetivo grande que para mim vale o esforço. E tenho pessoas especiais ao meu lado me incentivando, compreendendo, auxiliando... isso tudo torna o fardo mais leve para carregar.

Bom, nem todo mundo sabe, mas eu estou mudando de área, por isso resolvi fazer mais uma faculdade... Era a minha primeira opção, mas minha vida tomou um rumo diferente do que eu imaginava na época. Parecia tudo fácil, mas não é bem assim. Entretanto, agora concluo que não haveria época melhor para eu cursar o que eu sempre quis. Hoje já amadureci bastante e sei dar o devido valor a cada acontecimento que me "pega". Estou cansada, atarefada, mas muito satisfeita!

Muitos me incentivaram, mas muitos torceram a cara. A quem torceu a cara, só tenho a dizer que não existe receita mágica para todos viverem a vida. Cada um constrói seu caminho como achar melhor, ou de acordo com as possibilidades que tem. Dos que conheço que seguiram a "receita mágica" se dizem infelizes, insatisfeitos, desanimados. Eu não me importo de terminar a faculdade com mais de 30 anos de idade, me importo em realizar aquilo que acredito. E aliás, me imagino sentada numa cadeira de faculdade com 50, 60 anos. Que seja a 5ª ou 6ª faculdade... ou mestrado e doutorado... não importa. Conosco só levamos desta vida três coisas: o que vivemos, o que amamos e o que aprendemos.

A opinião alheia desfavorável a meu respeito não me interessa. Descobri que posso despertar nas pessoas simpatia e antipatia, sem ao menos me conhecerem. A idade de uma pessoa não conta para a sua espiritualidade, mas não é por isso que sua experiência de vida deve ser descartada. "Ter humildade para aprender com os que sabem mais e amor para ensinar aos que sabem menos". É assim que encaro a aquisição de conhecimentos em qualquer área da vida.

Não sei competir, nunca aprendi a guerrear. Quem quiser travar uma batalha comigo, aviso logo ao pretenso inimigo que ele é o vencedor. Uns nascem para vencer o mundo, outros, para se vencer. Estou na segunda categoria.

E assim encerro o post de hoje. Estava com saudades daqui. E não sei quando eu volto.... mas eu volto!