terça-feira, 9 de novembro de 2010

Diálogo Matrix


SMITH

Por que, Sr. Anderson? Por que você faz isso? Por que levantar-se? Por que se manter lutando? Você acredita que está lutando por alguma coisa? Por algo mais que sua sobrevivência? Você pode me dizer o que é? Você sabe o que é? Por liberdade? Ou verdade? Talvez paz? Sim? Não? Poderia ser por amor? Ilusões, Sr. Anderson. Caprichos da percepção. Construções temporárias de um intelecto humano fraco, tentando desesperadamente justificar uma existência sem significado ou propósito. Vidas tão artificiais quanto a própria matrix. Embora somente a mente humana poderia ter inventado algo tão insípido como o amor. Você deve ser capaz de enxergar. Você deve saber disso agora. Você não pode vencer. Não há sentido em continuar lutando. Por que Sr. Anderson? Por que? Por que você persiste?



NEO
Porque eu escolhi fazê-lo.




fonte: http://www.sotextos.com/matrix.htm

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O Amante



Quem é o seu amante? (Jorge Bucay - Psicólogo)

"Muitas pessoas têm um amante e outras gostariam de ter um. Há também as que não têm, e as que tinham e perderam.
Geralmente, são essas últimas as que vêm ao meu consultório para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insônia, apatia, pessimismo, crises de choro, dores etc.
Elas me contam que suas vidas transcorrem de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver e que não sabem como ocupar seu tempo livre. Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente perdendo a esperança.

Antes de me contarem tudo isto, elas já haviam visitado outros consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme: -Depressão', além da inevitável receita do anti-depressivo do momento.
Assim, após escutá-las atentamente, eu lhes digo que não precisam de nenhum anti-depressivo; digo-lhes que precisam de um AMANTE!

É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem meu conselho.
Há as que pensam: 'Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa dessas?!' Há também as que, chocadas e escandalizadas, se despedem e não voltam nunca mais.
Aquelas, porém, que decidem ficar e não fogem horrorizadas, eu explico o seguinte: AMANTE é 'aquilo que nos apaixona', é o que toma conta do nosso pensamento antes de pegarmos no sono e é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir.
O nosso AMANTE é aquilo que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta. É o que nos mostra o sentido e a motivação da vida.

Às vezes encontramos o nosso amante em nosso parceiro, outras, em alguém que não é nosso parceiro, mas que nos desperta as maiores paixões e sensações incríveis.Também podemos encontrá-lo na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no esporte, no trabalho, na necessidade de transcender espiritualmente, na boa mesa, no estudo ou no prazer obsessivo do passatempo predileto....
Enfim, é 'alguém' ou 'algo' que nos faz 'namorar' a vida e nos afasta do triste destino de 'ir levando'.

E o que é 'ir levando'? Ir levando é ter medo de viver. É o vigiar a forma como os outros vivem, é o se deixar dominar pela pressão, perambular por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastar-se do que é gratificante, observar decepcionado cada ruga nova que o espelho mostra, é se aborrecer com o calor ou com o frio, com a umidade, com o sol ou com a chuva.
Ir levando é adiar a possibilidade de desfrutar o hoje, fingindo se contentar com a incerta e frágil ilusão de que talvez possamos realizar algo amanhã*.

Por favor, não se contente com 'ir levando'; procure um amante, seja também um amante e um protagonista ... DA SUA VIDA!

Acredite: O trágico não é morrer, afinal, a morte tem boa memória e nunca se esqueceu de ninguém.
O trágico é desistir de viver..
Por isso, e sem mais delongas, procure um amante ...
A psicologia, após estudar muito sobre o tema, descobriu algo Transcendental:

PARA SE ESTAR SATISFEITO, ATIVO E SENTIR-SE JOVEM E FELIZ, É PRECISO NAMORAR A VIDA!


"A mente cria, o desejo atrai e a fé realiza."

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Valores invertidos

Olá pessoas queridas!!

Há quanto tempo não passo por aqui! As férias foram deliciosas, mas agora já voltei às aulas e ao trabalho a todo vapor e tempo livre que é bom está difícil (snif!).

Mas, não podia deixar de vir aqui matar um pouquinho as saudades e deixar um texto que recebi por e-mail e achei que seria uma ótima reflexão para todos nós.

Abraços e que saibamos viver os valores mais importantes! Bom final de semana para todos.


Nós bebemos demais, fumamos demais, gastamos sem critérios, dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e oramos raramente, esquecemos até que Deus existe.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores. Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos. Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho.

Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio. Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores. Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos. Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.

Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos menos. Estamos na era do ‘fast-food’ e da digestão lenta; do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados. Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas ‘mágicas’. Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na despensa. Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar ‘delete’.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por aqui para sempre. Lembre-se dar um abraço carinhoso num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer. Lembre-se de dizer ‘eu te amo’ à sua companheira(o) e às pessoas que ama, mas, em primeiro lugar, ame… Ame muito.

Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro. O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas AMAR tudo que você tem!

Por isso, valorize o que você tem e as pessoas que estão ao seu lado.

(George Carlin / 1937 - 2008)

terça-feira, 25 de maio de 2010

Bicho instruído



Amor é bicho instruído

Olha: o amor pulou o muro,
o amor subiu na árvore
em tempo de se estrepar.

Pronto, o amor se estrepou.

Daqui estou vendo o sangue
que escorre do corpo andrógino.

Essa ferida, meu bem
às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã.
(Carlos Drummond de Andrade)

segunda-feira, 17 de maio de 2010

O Último Romance



Eu encontrei
quando não quis mais procurar
o meu amor

E quanto levou,
foi pra eu merecer
antes um mês e eu já não sei...

E até quem me vê
lendo o jornal na fila do pão
sabe que eu te encontrei

E ninguém dirá
que é tarde demais,
que é tão diferente assim
Do nosso amor a gente é que sabe

Me diz o que é o sufoco
que eu te mostro alguém
a fim de te acompanhar
E se o caso for à praia
eu levo essa casa numa sacola!

Eu encontrei
e quis duvidar, tanto clichê
deve não ser

Você me falou pra eu não me preocupar
ter fé e ver
coragem no amor

E só de te ver
eu penso em trocar
a minha TV
num jeito de te levar...

A qualquer lugar
que você queira
e ir onde o vento for,
que pra nós dois
sair de casa já é se aventurar

Me diz o que é sossego
que eu te mostro alguém
a fim de te acompanhar
E se o tempo for te levar
eu sigo essa hora
e pego a carona
pra te acompanhar

Essa música é dos Los Hermanos. Nunca a ouvi, nunca nem gostei dessa banda. Mas eu adorei da letra, porque tem muito a ver com o que eu estou vivendo... :o)

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Feliz Aniversário pra mim!!



Completando mais uma primavera!!!

Feliz por estar viva e saudável.

Este é um aniversário especial, em um ano cheio de mudanças, conquistas, melhorias, libertações.

Obrigada, Deus, por este ano abençoado!!

segunda-feira, 22 de março de 2010

O que você tem colocado na vida ultimamente?



Certa vez, um mendigo estava andando com um prato de arroz na mão, quando
parou ao seu lado o rei daquele lugar.
O Rei pediu para o mendigo um pouco do seu arroz.

O mendigo então olhou para o rei e pensou:
- Ele pode ter de tudo o que quiser.
E foi bem mesquinho. Pegou um único grão de arroz e deu ao Rei.
O Rei, então, fechou o grão dentro da mão do mendigo tocou seu cavalo e
foi embora.
Quando o mendigo abriu a mão, levou um susto. O grão de arroz havia se
transformado em uma pepita de ouro.

Neste momento, o mendigo olhou para o prato de arroz e saiu correndo atrás do Rei, dizendo:
- Por favor, Majestade, pare. Eu mudei de idéia, tome mais do meu arroz.
Então o rei disse:
- Não. Você já recebeu tudo aquilo que colocou na vida, de bom grado e de bom coração. O que se recebe da vida é aquilo que nela se coloca primeiro,
nem mais nem menos. É lei.



O que você tem colocado na vida ultimamente?

segunda-feira, 8 de março de 2010

Experiências e desafios



Olá, pessoas!

Ufa... estive muito tempo ausente. Agora acho que vai ficar difícil eu vir aqui com a habitual frequência, mas eu não desisto! hehehe.

Sim, está tudo muito corrido... as aulas começaram... agora eu durmo à 1:00 e acordo às 5:00. Nesta cidade maluca tudo é longe. Enquanto eu não posso me mudar para mais perto do trabalho ou da universidade, tenho que aguentar a correria, né? Tenho um objetivo grande que para mim vale o esforço. E tenho pessoas especiais ao meu lado me incentivando, compreendendo, auxiliando... isso tudo torna o fardo mais leve para carregar.

Bom, nem todo mundo sabe, mas eu estou mudando de área, por isso resolvi fazer mais uma faculdade... Era a minha primeira opção, mas minha vida tomou um rumo diferente do que eu imaginava na época. Parecia tudo fácil, mas não é bem assim. Entretanto, agora concluo que não haveria época melhor para eu cursar o que eu sempre quis. Hoje já amadureci bastante e sei dar o devido valor a cada acontecimento que me "pega". Estou cansada, atarefada, mas muito satisfeita!

Muitos me incentivaram, mas muitos torceram a cara. A quem torceu a cara, só tenho a dizer que não existe receita mágica para todos viverem a vida. Cada um constrói seu caminho como achar melhor, ou de acordo com as possibilidades que tem. Dos que conheço que seguiram a "receita mágica" se dizem infelizes, insatisfeitos, desanimados. Eu não me importo de terminar a faculdade com mais de 30 anos de idade, me importo em realizar aquilo que acredito. E aliás, me imagino sentada numa cadeira de faculdade com 50, 60 anos. Que seja a 5ª ou 6ª faculdade... ou mestrado e doutorado... não importa. Conosco só levamos desta vida três coisas: o que vivemos, o que amamos e o que aprendemos.

A opinião alheia desfavorável a meu respeito não me interessa. Descobri que posso despertar nas pessoas simpatia e antipatia, sem ao menos me conhecerem. A idade de uma pessoa não conta para a sua espiritualidade, mas não é por isso que sua experiência de vida deve ser descartada. "Ter humildade para aprender com os que sabem mais e amor para ensinar aos que sabem menos". É assim que encaro a aquisição de conhecimentos em qualquer área da vida.

Não sei competir, nunca aprendi a guerrear. Quem quiser travar uma batalha comigo, aviso logo ao pretenso inimigo que ele é o vencedor. Uns nascem para vencer o mundo, outros, para se vencer. Estou na segunda categoria.

E assim encerro o post de hoje. Estava com saudades daqui. E não sei quando eu volto.... mas eu volto!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Faça o que eu digo, não faça o que eu faço?



É muito famoso o ditado popular “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Representa algo que é verdade para muitas pessoas, que têm um discurso maravilhoso, positivo, mas cujas ações são bastante diferentes do que pregam: agem com ódio, displicência, egoísmo, negativamente… Isso significa que tais pessoas são hipócritas, falam uma coisa e fazem outra? Nem sempre.

Ter o conhecimento necessariamente não significa conseguir colocá-lo em prática, vivenciá-lo. Espera-se que se alguém sabe algo útil, benéfico, deve usar isso a seu favor, sempre. Só que nós, seres humanos, não somos máquinas que reagem da mesma forma sempre que um comando é dado ou uma necessidade aparece. Muitos fatores podem fazer com que uma pessoa não consiga usar seu bom conhecimento. Medos ainda não superados, pensamentos distorcidos e/ou raivosos, falta de crédito no próprio conhecimento ou mesmo em si, achando que todas as coisas boas que sabe não podem ser aplicadas a ela, que não é uma pessoa digna de tanto, momentos de perturbação, e por aí vai. Até mesmo o fato de sermos humanos e não acertarmos sempre (nem termos a obrigação disso) nos faz agir muitas vezes em desacordo com nossos conhecimentos positivos.

Há pessoas, sim, que falam uma coisa e deliberadamente fazem outra. Há quem fale algo e algumas vezes aja de acordo com isso. E há pessoas bastante sábias, maduras, que conseguem na maioria das vezes agir de acordo com as boas palavras que dizem. O que é preciso termos em mente é que as más ações da pessoa, as ações contrárias aos seus pensamentos positivos e palavras inteligentes, não invalidam o que ela nos transmite de bom em seu discurso. Ela pode, sim, nos dizer algo muito útil e verdadeiramente construtivo, mas por diferentes razões, como já citado, não colocar em prática.

Quem é que nunca disse ou ouviu “Quem é você para me dizer isso? Você, que faz o oposto do que me fala!”. Ou “Você querendo me dar bons conselhos? Olhe primeiro para si, veja se aplica isso à sua vida!”. O que ouvimos dos outros primeiro precisa ser analisado antes de ser aceito ou recusado. Se concluirmos, numa análise centrada e isenta, que a pessoa nos passou algo bom, por que não incorporar a informação e usá-la em favor próprio ou para alguém que a necessite? Nessas horas, é absorver o que a pessoa nos transmite de útil, esquecendo um pouco suas más ações com os demais ou com ela mesma.

O ideal seria que a pessoa fosse a personificação de todas as coisas boas que fala, mas não vivemos num mundo ideal nem devemos perseguir isso, pois é uma busca infrutífera que só levará a decepções. O importante é saber que boas lições e informações podem vir até das pessoas aparentemente menos indicadas para isso, pode vir de quem menos se espera e acredita. Portanto, a grande sacada é ficar de olhos, ouvidos, corações e mentes abertos para o que existe e podem nos passar de positivo. E, claro, procurar ao máximo viver de acordo com o que sabemos ser o melhor para nós, sem cobranças se vez ou outra não conseguirmos e fizermos o oposto, mas sempre tentando a maior parte do tempo agir da melhor maneira. Nunca desdenhando de ninguém e invalidando o que possivelmente é aproveitável do que nos falam, mesmo que venha da pessoa em que menos botamos fé.

Afinal, até mesmo nos charcos mais lodacentos e feios podem surgir flores.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Texto de Danilo Gentili sobre a piada de Robin Willians

Pessoal, encontrei esse texto na internet e o reproduzo na íntegra, sem nenhuma alteração. Quer dizer, apenas separei os parágrafos, para facilitar a leitura. A fonte é esta: http://www.3a.org.br/index.php



Texto de Danilo Gentili sobre a piada de Robin Willians


É um texto longo, mas vale a pena ser lido.

Vejam o que Danilo Gentili, comediante,(CQC) escreveu sobre a piada de Robin Wilians sobre o RJ e sua escolha como cidade-sede das Olimpíadas de 2016: "Uns anos atrás os Simpsons vieram pro Brasil. Homer foi sequestrado. Bart ficou excitado com a loira de shorts enfiado na bunda que apresentava um programa infantil na TV. O menino pobre que a Lisa ajudou não tinha o que comer, mas estava muito feliz desfilando no Carnaval.

Esses dias Robin Willians falou o seguinte: "Claro que o Rio ganhou de Chicago a sede das Olimpíadas. Chicago levou Michele e Oprah e o Rio levou 50 strippers e 500g de cocaína". Eu ri! Advogados, autoridades e populares se revoltaram nos dois casos. Eles não se revoltam, não se mobilizam, não processam, não abrem inquéritos, não fazem passeatas quando o sequestro, a loira vagabunda apresentadora de programa infantil, a idiotice do carnaval, o tráfico de drogas e a prostituição acontecem na vida real bem debaixo dos nossos narizes. Eles se revoltam só quando usam isso pra fazer piada.

A piada realmente boa sempre ofende alguns e mata de rir outros por um motivo simples: A boa piada sempre fala de uma verdade. Num País onde aprendemos a mentir, enganar, roubar, tirar vantagem desde cedo a verdade não diverte. Assusta.

O cara engraçado pro brasileiro é sempre aquele que fala bordões manjados, dá cambolhatas no chão em altas trapalhadas, conta piadas velhas, imita o Silvio Santos e outras personalidades ou faz um trocadilho bobo mostrando ser um ignorante acerca dos assuntos. Esses bobos passivos nos deliciam porque nào incomodam ninguém!

Um cara que faz um gracejo com uma verdade inconveniente pro brasileiro é como o alho pro vampiro. Merece ser execrado. O brasileiro é uma gorda de 300 quilos que odeia ouvir que é gorda. Ela faz um regime pra parar de ouvir isso? Não! Regime e exercicio dá muito trabalho. É mais fácil ir no shopping, comprar roupa de gente magra, vestir e depois acomodar a bunda na cadeira do McDonalds. O problema é que nem todo mundo é obrigado a engolir que aquela fabrica de manteiga é Barbie, só porque está com a roupa da Gisele Bundchen. Então é inevitável que mais hora menos hora alguém da multidão grite: "Volta pro circo!" ou "Minha nossa! É o StayPuff com o maiô da Dayane dos Santos?". Então a gorda chora. Se revolta. Faz manha. Ameaça. Processa. Porque, embora ela tentou se vestir como uma magra, no fundo a piada a fez lembrar que ela é mais gorda que a conta bancária do Bill Gates. A auto-estima dela tem a profundidade de um pires cheio de água.

Ao invés de dizer que Robin Willians tem dor de corno, prefeito do Rio, vai cuidar primeiro da sua dor de mulher de malandro. Sabe? Mulher de malandro sim, aquela que apanha, apanha, apanha, mas engole os dentes e o choro porque acha que engana a vizinha dizendo: “Eu tenho o melhor marido do mundo”.

Advogados. Vocês já são alvos de piadas por outros motivos. Já que se incomodam com piadas evitem ser alvos de mais algumas delas não processando Robin Willians. Em vez de processo, envie pra ele uma carta de gratidão. Pense que ele estava num dos melhores programas de TV do mundo e só falou de puta e cocaína. Ele poderia ter falado por exemplo, que o turista que vier pra Olimpiadas se não for roubado pelo taxista, o será no calçadão. Poderia também ter dito que o governo e a polícia brasileira lucram com aquela cocaína do morro carioca que ele usou na piada.

E se ele resolvesse falar algo como: “As crianças do Brasil não assistirão as Olimpíadas porque estarão ocupadas demais se prostituindo”? Ah... E se ele resolvesse lançar mais uma piada do tipo: “Brasileiro é tão estúpido que se preocupa com o que um comediante diz, mas não se preocupa no que o político em quem ele vota faz”? Enfim... são muitas piadas que poderiam ter sido feitas.

Quem é imbecil e se incomoda com piada, não seja injusto e agradeça ao Robin Willians porque ele só fez aquela.

E depois brasileiro insiste em fazer piada, dizendo que o Português é que é burro."

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Sempre....




O único momento em que não estou pensando em você é quando estou dormindo... Porque aí eu não estou pensando, estou sonhando...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Saindo do papel...



Hora de colocar em prática nossos projetos. Já tivemos tempo suficiente para projetar e refletir. Há um momento em que é preciso parar o projeto e iniciar a obra, sem nos preocuparmos com o que acontece no dia a dia. Vamos seguir o planejado e administrar o que acontece durante a execução da grande obra, sem perder o foco.
O ano somente começou, mas pode passar tão rápido como o que passou.