quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Ninguém merece!



Com todo o meu esforço em cultivar o auto-controle, hoje eu falhei.

Falhei, porque indignei-me com uma situação bizarra.

Fico impressionada com a capacidade - e por que não dizer esforço? - de certas pessoas em subestimar nossa inteligência. Pedem "apoio" para realizar uma tarefa (traduzindo: cuide da parte burocrática enquanto eu loto sua caixa de email com solicitações) complexa e demorada, solicitam mudanças o tempo todo, geralmente depois que o contrato já foi fechado e a cada alteração precisa de um aditamento (processo muito burocrático aqui), e as solicitações não passam de "caprichos" dos clientes.
Poxa, eu concordo que a satisfação do cliente é importantíssima para o sucesso dos negócios. Mas há limites!
Se o bendito me pede para ficar segurando o teclado na mão enquanto ele digita porque a textura da mesa o incomoda, eu tenho que saber dizer que aquilo não se aplica. Ou não?
(Tá, a solicitação não foi exatamente essa, mas foi tão bizarra quanto)

9 comentários:

Altavolt disse...

É foda, Sweet! Ninguém quer dizer não para os outros e sobra pra gente que trabalha! Beijos!

Fernando R. Silva disse...

Eu acho que deve. Não sei se é porque ando muito insolente, mas meu dilema tem sido o da tolerância zero. Ou me explica praque quer que eu segure o teclado pra ele digitar ou nada feito.

- Fernando, dá pra segurar o teclado aqui pra eu digitar?
- Não. Por que não digita com ele em cima da mesa, oras?
- Porque sou seu chefe e quero que segure pra eu digitar!
- Sem problema. Eu sempre gostei de segurar teclados mesmo.

Fernando R. Silva disse...

Em tempo: o povo do seu trabalho lê seu blogue? Caso, sim, acho que tá na hora de você mudar de identidade.

- Fernando, é por isso que o nome dela é Sweet Toxicant.
- Ah, tá.

Chefe de Fernando R. Silva disse...

Fernando, quantas vezes já falei para você não usar a internet enquanto trabalha?????? Eu falo grego?
Feche agora mesmo essa página e venha segurar o teclado para eu digitar!

Sweet Toxicant disse...

Alta: Exatamente... manda quem pode, obedece quem tem juízo né? Mas acho que eu estou perdendo o juízo... rs

Fernando: Não, o povo do meu trabalho não lê o meu blog... nem sabe que eu tenho um... hehehe!

Beijos pra vocês!!

Menina Misteriosa disse...

Oh, Sweet, você não falhou!
Às vezes, passa dos limites, não dá pra aguentar mesmo!
E se impor de vez em quando, e com jeitinho, é bom! E necessário!
Boa sorte aí...
Beijos

Altavolt disse...

O Fernandão se estrumbicou, hein? Figura, esse cara! Ei, Sweet, pelo visto a moda de segurar o teclado vai pegar, hein? Bom, melhor ficar agarrado no teclado do que em outras partes da anatomia do chefe! rsrsrs. Beijo!!!

Luna Sanchez disse...

Sweet,

Também acho que posicionamento é imprescindível, pois há uma escala que passa pela obrigação, pela gentileza, pelas exceções e que não devemos deixar chegar ao abuso, seja qual for a relação (pessoal, profissional...).

Obrigada pela resposta ao teste, Dona Leoa. Rs

Beijo, bom fds.

ℓυηα

Fernando R. Silva disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk

Sweet, muito boa a do meu chefe, muito boa! Mas se o fosse, certeza que você não entenderiam nada. Ele é disléxico. :)