segunda-feira, 13 de abril de 2009

Sobre Esquizofrenia...


Pode ser útil... muitas vezes conhecemos pessoas com este problema, e não sabemos identificar. É mais sério do que pode parecer, acreditem.


Esquizofrenia

Esquizofrenia é uma doença em que a pessoa sofre de uma alteração ou desvio de personalidade ou seja a sua personalidade está alterada.

Isto é um problema psicológico que apenas a medicação tem ajudado. No entanto há que compreender melhor o problema para assim se poder encontrar mais e melhores soluções.

Caracterizada por uma dissociação das funções psíquicas e pela perda de contacto com o mundo exterior ela afecta não só a pessoa mas também toda a sua família e todas as pessoas à sua volta.

Um dos seus primeiros sintomas é a diminuição da afectividade, quando não a sua total supressão ou ausência, existindo um desligamento do mundo por parte do doente, que se volta sobre si mesmo (semelhante em parte ao autismo).

As funções intelectuais são igualmente perturbadas o que acarreta rapidamente a alienação de tudo o que se passa à sua volta.

Muitas destas pessoas passaram por períodos de depressão, stress ou conflitos antes de entrarem nesta situação o que leva a concluir que estes problemas desencadearam ou agravaram a esquizofrenia.

A tensão e o stress nos quais a pessoa esteve envolvida foram assim desencadeantes da situação o que leva a crer que todas as técnicas que aliviem a pessoa das tensões e stress nas quais ela esteve envolvida são bem vindas.

Mas, uma vez que a pessoa vive sob stress, medos, pânicos e alterações comportamentais contínuos, tudo aquilo que lhe traga tranquilidade ou que a relaxe será igualmente bem vindo.

Só quando a pessoa está mais tranquila e estável é que se pode pensar em fazer um trabalho mais profundo.

Assim o objectivo principal seria dar mais tranquilidade à pessoa para assim se poder fazer um trabalho de relaxamento para que a pessoa comece de novo a deixar de ter medos e pânicos das coisas e pessoas que existem à sua volta levando-a a sair do seu "autismo".

Desta forma deveriam ser tentadas outras alternativas em complemento com as técnicas usadas para assim se poder fazer um trabalho mais global e abrangentes e dessa forma se tentar dar uma maior ajuda a estas pessoas o que seria benéfico não só para elas mas para toda a sua família.

Hoje existe uma compreensão maior acerca do que é e do que fazer em relação à esquizofrenia, mas infelizmente fora da medicina.

Uma vez que essa informação existe apenas fora da medicina, os doentes e a sua família muitas das vezes acabam por não beneficiar de outras soluções por vezes muito eficazes e que em muitos casos a podem resolver ou pelo menos melhorar significativamente.


José Carlos Santiago

http://www.jcsantiago.info/esquizofrenia.html

~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Causas:

Embora a causa específica da esquizofrenia seja desconhecida, a perturbação tem, nitidamente, uma base biológica.

Sintomas:

A esquizofrenia começa mais frequentemente entre os 18 e os 25 anos nos homens e entre os 26 e os 45 anos nas mulheres. Principais sintomas:

- Os delirios

- Alucinações

- Comportamento alterado

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

USO DE CANABIS LEVA A CRISES PSICÓTICAS

Há indícios que apontam para a possibilidade de o consumo de canabis poder provocar crises psicóticas e já foi demonstrado que o contato com as drogas favorece o aparecimento da esquizofrenia quando já existe predisposição para a doença. Outros estudos revelam, porém, que os doentes têm, por motivos ainda pouco claros, maior tendência para o consumo de tóxicos. Independentemente de quem tenha razão, há uma certeza: consumir droga piora o prognóstico da doença, o que levou as Nações Unidas a pedirem o fim da tolerância dos países mais desenvolvidos em relação ao consumo de algumas substâncias, como o álcool ou a canabis, considerado aceitável na maior parte das nações. E mesmo a canabis é legal e considerada inofensiva em alguns países. Muitos especialistas defendem que a possibilidade de sofrer de alucinações ou pensamentos delirantes que não se ajustam à realidade – sintomas da esquizofrenia – aumentam em quem consome regularmente drogas. Estes estudiosos não duvidam de que as drogas precipitam episódios psicóticos. Outros defendem que é a doença que favorece o consumo.

http://psikiatrices.blogspot.com/2007/10/esquizofrenia.html

4 comentários:

xixas disse...

AHhahahahah
eu conheço gente assim, heim?! Caiu como uma luva esse texto!!!! hahahahahahahahahhahaha

Sweet Toxicant disse...

É, menina! E isso é sério!! Podemos achar que a pessoa é só "esquisita", ou tem um "temperamento difícil", ou ainda um "desvio de comportamento", quando na verdade a história é outra...
Mas também pode ser tudo isso junto. Tem que analisar!

Cris disse...

olha, eu nunca provei drogas e sou esquizofrenica desde meus 22 anos...mas ja estou estabilizada...tenho um filho, marido casa e sou medicada. Controlo minha doença por meio de medicamentos e consultas periodicas

Kriz disse...

Sou esquisofrenica desde os 15 anos passei por algumas crises mas a mais ou menos dois anos tentei suicídio, fiz tratamento com vários medicamentos...lembro vagamente da minha crise de tudo que fiz. Nunca usei drogas e agora me sinto como um peso pra minha família que pra piorar depende da mim da minha saúde mental...preciso de ajuda!!!Urgetne!!!