quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Lição de casa





"A EXPERIÊNCIA É UMA PROFESSORA MUITO SEVERA POIS, ELA APLICA O TESTE PRIMEIRO E SOMENTE APÓS VEM A LIÇÃO"

Vernon Sanders Law







Uma lição que aprendi foi não deixar passar as mentiras.

Às vezes identificamos "pequenas mentiras" naqueles com quem convivemos e acabamos deixando passar, acreditando que não causará grande impacto. Pensamos que talvez não seja tão importante assim, que talvez seja algo apenas pontual, nada grave.

No meu caso, algumas vezes eu simplesmente ficava com vergonha de demonstrar pra pessoa que sabia que ela estava mentindo.. de tão ridícula que era a mentira e tão sem necessidade, que achei que fosse até uma coisa inocente. E não questionei comigo mesma qual era o motivo de a pessoa estar contando aquelas "mentirinhas". Talvez para impressionar, talvez para você acreditar só nela e deixar de acreditar nas outras pessoas e agir de acordo com o que ela queria. E era tão bobo, que eu até ficava em dúvida se era mentira mesmo ou eu estava com "paranóias".

O fato é que eu também notei que a pessoa mentia para as outras pessoas. Constantemente. O que me fez crer que ela não mentiria para mim? Não sei exatamente. Eu confio demais nas pessoas.

A lição que ficou para mim depois desta "experiência", foi: Se deixar passar as pequenas mentiras, para virem as grandes é só uma questão de tempo. E elas vêm. E sua compreensão de outrora não será levada em conta depois. E é bom observar como uma pessoa age com as outras, pois ela fará igual com você. Como eu já ouvi certa vez: A pessoa pode ser um imenso cavalheiro / dama com você, mas se a vir destratar o garçom, não confie.

Enfim. Outra dessa eu não passo mais, com certeza.

Um comentário:

minicontosperversos disse...

Sweet Tox, Sweet Tox:

Existem as mentiras simplesmente ditas e aquelas nascidas em operguntas difíceis.

Quem um exemplo?