quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Inclinações


Refletindo muito sobre atitudes, percepções que as pessoas me passam ou que eu mesma tenho, lendo coisas aqui e ali, eu tenho visto muito sobre sermos mais egoístas, pensarmos mais em nós mesmos e menos nos outros, já que cada um é responsável pela própria vida, etc.
Eu até concordo com esse pensamento, em partes... mas de uma forma estranha eu entro constantemente em contradição nesse assunto.

Ao mesmo tempo em que eu não tenho muito saco com o ser humano (estou até entrando em um leve estado de misantropia de uns tempos para cá), eu também acabo me preocupando demasiadamente com os que estão mais próximos de mim e por quem eu sinto um certo grau mais elevado de afeição. E muitas vezes acabo deixando as minhas vontades de lado para ajudar alguém. E acredite, já me prejudiquei muito por causa disso.
Certa vez eu li sobre o significado do meu nome e dizia:

Miriam: Hebraico, significa Senhora. Mostram inclinações altruístas e, sobretudo, preocupam-se com o bem alheio. Próprio de pessoas que contribuem com seu estímulo e seu trabalho para o desenvolvimento de projetos inéditos e possíveis. Emotiva e muito ligada à família, você exagera nos seus cuidados e corre o risco de sufocar aqueles que ama. Mas isso é porque tem muita energia e precisa manter as mãos e a cabeça sempre ocupadas com alguma coisa.

Poxa, será que subconscientemente eu acreditei nisso? Ou será que isso é verdade? Porque é exatamente assim que eu ajo... E às vezes me incomoda... mas também me dá um certo prazer. Quando não sou reconhecida pela minha forma de agir e me preocupar com os outros, até fico magoada... mas perdoo muito fácil também.

Pra ajudar, hoje quando estava no fretado vindo pro trabalho, tocou essa música do Raul Seixas.... aí eu acabei concluindo que sou assim mesmo. De certa forma, recebo minhas recompensas por meus atos. De alguma forma.


CARPINTEIRO DO UNIVERSO

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.

Não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser...

Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o enguiço de tanto querer.

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.

Humm...Estou sempre,
pensando em aparar o cabelo de alguém.
E sempre tentando mudar a direção do trem.
À noite a luz do meu quarto eu não quero apagar,
Pra que você não tropece na escada, quando chegar.

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.

O meu egoismo, é tão egoísta,
que o auge do meu egoismo é querer ajudar.
Mas não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser...

Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o enguiço de tanto querer

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.

Carpinteiro do universo inteiro eu sou
Ah eu sou assim!
No final,
Carpinteiro de mim!

Nenhum comentário: