quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Tudo depende de mim

Em meio a tantos acontecimentos, planos que mudam de curso, pessoas que vêm e vão, andei uns dias confusa, triste, pensativa, decepcionada... Aí cheguei a uma conclusão: nós tentamos evitar o turbilhão, temos medo das mudanças e das perdas. Mas o que é a vida senão uma constante renovação?


Se não nos permitirmos passar por toda essa tormenta, ficaremos estagnados, perdidos numa vidinha morna, achando que tá tudo bem, e quando percebermos, os anos passaram e você não fez nada por si. E vai se arrepender. Muito.
Coisas e pessoas que eu acreditava me fazerem sentir bem.. e até fizeram mesmo, mas de alguma forma foram saindo... doeu... mas depois percebo que nem tanto assim... a cada dia que amanhece eu tenho uma nova opinião, uma nova visão sobre os fatos. E finalmente cheguei à paz de espírito, com a máxima "Viva e deixe viver".
Ninguém é obrigado a ser como você espera que seja, tudo tem sua própria razão de ser... e as mudanças existem para nos trazer cada dia novas experiências, e nos fortalecem.
Depois de ter passado tanto tempo remoendo coisas e situações, sentindo-me triste e com raiva, sem entender direito, vi que era tudo inútil, pois eu não conseguiria mudar a situação que já mudou por si. Só eu me permito sofrer, ninguém me faz sofrer... foi aí que eu encontrei um texto que achei muito verdadeiro... e percebi que todos os dias quando nos levantamos, temos duas possibilidades de sentimentos e ações perante os acontecimentos... cabe a nós mesmos escolhermos qual das duas adotaremos, para o nosso próprio bem-estar.


É isso. Minha alegria está voltando. E com boas notícias pela frente.



Tudo depende de mim!!!

Levanto de manhã pensando no que devo fazer antes do relógio marque meia-noite.

É minha função que tipo de dia eu vou ter hoje.

-Posso reclamar porque está chovendo... ou agradecer ás águas por lavarem a poluição e por renovar o ciclo das flores, das frutas.

-Posso ficar triste por não ter dinheiro... ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

-Posso reclamar sobre minha saúde... ou dar graças por estar vivo.

-Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria... ou posso ser grato por ter nascido.

-Posso reclamar por ter que ir trabalhar... ou agradecer por ter trabalho.

-Posso sentir tédio com as tarefas de casa... ou agradecer a Deus por ter teto para morar.

-Posso lamentar decepções com amigos... ou me entusiasmar com a possibilidade de novas amizades.

-Se as coisas não saírem como planejei, posso ficar feliz por ter o hoje para recomeçar.

-O dia esta na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.


“TUDO DEPENDE SÓ DE MIM”


Nenhum comentário: